Blog e Notícias

Entrevista sobre Educação e Espiritualidade

Entrevista sobre Educação e Espiritualidade, concedida à Dulce Mesquita, repórter da Revista Gestão Educacional e publicada na edição de agosto de 2014.

“Sou repórter da Revista Gestão Educacional (www.gestaoeducacional.com.br) e estou fazendo uma matéria sobre educação e espiritualidade. A reportagem busca mostrar a relação da espiritualidade com a formação dos estudantes e como isso é trabalhado nas escolas, sejam elas confessionais ou não”.

1. O que é a Educação Por Princípios? Como essa proposta é aplicada no dia a dia da escola?

Vou responder usando a nossa definição de E.P: “A Educação por Princípios – EP é uma abordagem de ensino e aprendizagem que parte do raciocínio sobre verdades bíblicas e identifica os fundamentos do conhecimento, conduzindo à reflexão da causa para o efeito visando produzir competência realizadora e caráter cristão. Sua aplicação consistente contribui para formar erudição baseada numa cosmovisão cristã e líderes servidores, aptos a cumprir o propósito de Deus com suas vocações”. 

No dia a dia da escola trabalhamos com bastante pesquisa e comparação de informações, buscando fontes diversas, inclusive na bíblia e levando o estudante a raciocinar sobre as mesmas e a tirar as suas conclusões. Nesse processo ele deve relacionar o que está pesquisando/aprendendo à sua própria vida e também registrar suas conclusões. Isto está em sintonia com as propostas educacionais para o sec.XXI. Estes e outros princípios de ensino estão presentes na Bíblia e norteiam a nossa prática pedagógica. A Bíblia não é um livro “moderno” de Educação nem está  na moda. Mas é atual e aplicável aos diversos sujeitos e contextos educacionais.  

2. Nesse caso, as escolas são confessionais?
Há escolas associadas que não são ligadas a nenhuma religião mas prezam pelos princípios bíblicos?

Sim, são confessionais cristãs evangélicas.
Obviamente, existem várias escolas e até sistemas que trabalham com “princípios”, no sentido mais comum da palavra. A proposta pedagógica da Educação por Princípios tem todo um corpo teórico filosófico, metodológico e curricular, baseado em princípios. Quando falamos de “princípios não nos referimos a valores apenas, ainda que eles estejam incluídos. Trata-se de buscar os rudimentos do  conhecimento, sua origem, sua fonte. Buscar  conhecer bem cada assunto, não apenas estudar para passar de ano. E conhecer, através das diversas áreas do conhecimento, os princípios bíblicos que são atemporais e universais. Além disso, existem sete princípios identificados como “princípios de governo”. Eles estão presentes na bíblia e em fontes históricas da E.P.

3. Como a educação pode caminhar lado a lado com a espiritualidade? 

Como poderia não caminhar? Somos seres espirituais e o ato educativo acontece na relação com a pessoa inteira. 

4. Alguns educadores criticam a abordagem da espiritualidade como formas de propagar doutrinas de religiões.
Nas escolas, a espiritualidade deve assumir uma proposta de formação do cidadão através de valores éticos e sociais?

A ideia de que a Educação é um ato neutro está equivocada e fora de moda. A maior influência de um educador está nas interações que estabelece, na vivência, nas ações e reações. Professores cristãos e não cristãos não abandonam as suas convicções quando entram em sala. Mesmo que eles não falem disso, pois Educar diz respeito a quem ele é, não ao que ele fala. Ou ele vai influenciar para a cidadania e outros valores preciosos ou o contrário. 

5. Por que é importante, nos dias atuais, reservar um espaço na escola para as questões espirituais?

Não se trata de reservar um espaço, não funciona dessa forma compartimentada. Estamos formando, deixando marcas o tempo todo. Trata-se de identificar como isso acontece e de utilizar este potencial educativo na formação de pessoas de bem. Costumo brincar com meus alunos assim: “Um dia você será meu geriatra ou talvez tomará decisões acerca da minha aposentadoria. Quero receber de volta aquilo que plantei na sua vida”.

6. O novo perfil de família (pais que trabalham fora o dia todo, novas tecnologias ao acesso de todos) intensifica a necessidade de ações ligadas à espiritualidade na escola? Como integrar os pais?

Esta é a famosa pergunta que não quer se calar (rs). Vou responder com uma metáfora: os professores são como avós que recebem seus netos nos finais de semana. Eles cuidam com o maior carinho, estabelecem rotinas, acompanham as atividades na internet, leituras e amizades. Oferecem alimentação gostosa e equilibrada. Mas as crianças voltam pra casa e, de segunda a sexta, assistem a todas as porcarias na TV e na Internet. Se alimentam de sanduíches, doces e frituras, após longas horas sem comer. Não dá pra dizer que o trabalho dos avós é em vão. Mas também não podemos dizer o quanto ele será efetivo. Assim é com a escola. Ela “contribui, mas não substitui”. A efetividade da Educação será medida pela unidade de princípios e propósitos entre essas duas instituições mais importantes na vida de uma criança. Funciona com um dueto: duas vozes, uma só música. Família e escola devem trabalhar neste sentido, o de deixar de procurar culpados e, juntos, buscar soluções.

7. É necessária formação docente específica para atuar nessas escolas?
Como é feita a preparação do professor para atuar com essas questões?

Sim. A formação em Educação por Princípios é oferecida através da Aecep – Associação de escolas Cristãs de Educação por Princípios. Temos cerca de 150 associados e afiliados em todo o Brasil. Os cursos são oferecidos nas modalidades presencial e EAD. Além disso, os educadores em E.P devem buscar uma sólida formação na área educacional e de conhecimentos gerais, como qualquer bom professor.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Deixe seu comentário

Últimas Postagens

Social

Nossa História

Sobre Nós

Somos uma organização não governamental e interdenominacional. Foi fundada em 1997 na cidade de São Paulo, a partir de uma demanda de escolas cristãs de várias localidades, buscando apoio para sua constituição e desenvolvimento. Hoje conta com escolas e educadores associados na maioria dos estados brasileiros, crescendo continuamente…

Receba todas nossas novidades

Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this